Conheça as vantagens do DIU de cobre

por Equipe Sulmed, 2017-03-23

O Dispositivo Intra-Uterino, conhecido como DIU, é um método contraceptivo feito de plástico flexível moldado em forma de T e revestido em cobre que é introduzido no útero. O DIU apresenta uma eficácia igual ou superior a 99% e deve permanecer no útero até um ano após a última menstruação na menopausa.

O dispositivo intrauterino (DIU) de cobre se sobressai hoje como o método anticoncepcional reversível mais usado no mundo: cerca de 170 milhões de usuárias, ultrapassando de longe a pílula anticoncepcional que tem cerca de 110 milhões de usuárias, segundo informações da Organização Mundial da Saúde.

Sem hormônios, as vantagens do uso do DIU de cobre estão o longo tempo de ação (10 anos), baixo índice de gravidez, intervenção única para seu uso e poucos efeitos indesejados. Pode ser usado desde a adolescência até a menopausa. Além disso, pode ser usado por mulheres que estão amamentando e não interfere na produção, quantidade e qualidade do leite materno.

O DIU de cobre funciona impedindo que o óvulo se fixe no útero e diminuindo a eficácia dos espermatozóides através da ação do cobre, impedindo a fecundação. O DIU previne a gravidez, mas não tem nenhuma ação contra as doenças sexualmente transmissíveis, por isso, não é o melhor método, pelo menos não isoladamente, para mulheres que terão múltiplos parceiro sexuais nos próximos anos. A presença de uma DST é indicação para remoção imediata do dispositivo intrauterino, por conta do risco de complicações.

Para mulheres que estejam menstruando regularmente, o DIU pode ser inserido a qualquer momento durante o ciclo menstrual, desde que haja certeza de que a mulher não esteja grávida, que não tenha malformação uterina e não existam sinais de infecção. Após o parto, o DIU pode ser inserido durante a permanência no hospital, se a mulher já havia tomado essa decisão antecipadamente. O momento mais indicado é logo após a expulsão da placenta. Porém pode ser inserido a qualquer momento dentro de 48 horas após o parto. Passado esse período, deve-se aguardar, pelo menos, quatro semanas.

Após aborto espontâneo ou induzido, o DIU deve ser colocado imediatamente, se não houver infecção e caso a mulher deseje utilizar o método.

 

FONTE: Blog Ministério da Saúde

0 comentários para o post "Conheça as vantagens do DIU de cobre"

Comente