Endometriose tem cura? Conheça os sintomas da doença e tratamentos

por Equipe Sulmed, 0000-00-00

Relatos de desconforto durante o período pré-menstrual acabam sendo comuns, mas para 10% das mulheres brasileiras, este é um momento de dores agudas e transtorno. A endometriose é uma doença inflamatória que ataca o tecido do útero, os ovários, a bexiga e até o intestino e pode ser responsável por causar o incômodo excessivo.

Muitas vezes confundida com cólicas menstruais, a doença pode surgir junto com as primeiras menstruações e ter diagnóstico difícil, sendo mais comum em mulheres em período reprodutivo. Os sintomas da doença podem surgir na adolescência como cólica menstrual forte, dores durante a relação sexual, entre as menstruações, ao defecar e ao urinar, sangramento na urina ou nas fezes e infertilidade.

Na maioria dos casos, o diagnóstico clínico-ginecológico é suficiente, permite iniciar o tratamento e manter o acompanhamento da mulher a fim de avaliar a resposta terapêutica. Para isso, é importante realizar acompanhamento com médico especialista de confiança para tratar os sintomas.

O diagnóstico precoce é muito importante e pode prevenir complicações maiores, pois a endometriose pode levar à infertilidade. A instalação da doença nos ovários pode provocar o aparecimento de um cisto denominado endometrioma. Este cisto pode atingir grandes proporções e comprometer o futuro reprodutivo da mulher.

A endometriose é considerada uma doença crônica, portanto, sem cura definitiva. Entretanto, os tratamentos com cirurgia ou medicamentos específicos podem permitir uma melhor qualidade de vida às portadoras da doença. Alguns estudos recentes mostraram que cirurgias que conseguem extrair todas as lesões visíveis podem diminuir ou retardar a recorrência das lesões e dos sintomas de endometriose.

Fonte: Blog da Saúde

0 comentários para o post "Endometriose tem cura? Conheça os sintomas da doença e tratamentos"

Comente