Entenda como se manifesta a psoríase

por Equipe Sulmed, 2018-06-27

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, cerca de 3% da população mundial têm psoríase, ou seja,  mais de 125 milhões de pessoas no mundo. No Brasil, esse percentual é de 1,3%, ou seja, milhares de homens e mulheres que vivem com o problema, podendo surgir em qualquer fase da vida.

Mas afinal, o que caracteriza a doença? A psoríase é uma doença inflamatória, crônica, com várias fases de manifestação dos seus sintomas. A escolha do tratamento depende de vários fatores, além da gravidade da doença, idade e sexo do paciente, localização das lesões, entre outros, sendo necessária a análise de cada caso para essa decisão.

Os motivos de lesões de pele são bastante variados e podem ser, por exemplo, alergias, dermatites ou psoríase. Além disso, a doença é geneticamente transmissível. Aproximadamente, um terço dos pacientes apresenta parentes com psoríase, e filhos de pais com psoríase possuem maior chance de desenvolver a doença. Logo, existe uma predisposição genética para o seu desenvolvimento.

Em geral, a psoríase tem três graus: leve, moderada e grave. O que determina a diferença entre eles é a extensão dos sintomas. No grau leve, por exemplo, as áreas mais afetadas são o couro cabeludo, cotovelos e joelhos. É também esta a fase que recebe menos atenção, mas é também quando os cuidados devem começar.

O ideal é buscar atendimento especializado ao notar qualquer lesão de pele que fique crônica, isto é, que não melhora, e assim receber o diagnóstico correto. Portanto, o primeiro passo para controlar os sintomas da psoríase, seja no grau leve, moderado ou grave, é o acompanhamento com o dermatologista.

Fonte: Blog da Saúde

Sociedade Brasileira de Dermatologia

0 comentários para o post "Entenda como se manifesta a psoríase"

Comente