Periodontite: entenda os sintomas e formas de prevenção

por Equipe Sulmed, 2019-03-11

Uma das principais preocupações no consultório dos dentistas é com o surgimento de cáries. Mas segundo dados do Ministério da Saúde, nove a cada 10 brasileiros podem sofrer com algum tipo de doença periodontal, sendo 15% do tipo mais grave. Assim, é importante também preocupar-se com os sintomas e tratamentos, dentro e fora do consultório.
A periodontite, também como doença periodontal, é consequência de uma inflamação nas gengivas - a gengivite -, cuja causa mais comum é o acúmulo de placa bacteriana. Esta, por sua vez, é resultado da higienização inadequada. Com o avanço da inflamação, as estruturas de sustentação dos dentes ficam enfraquecidas, além de provocar a movimentação dos dentes e formação de espaço entre eles e a gengiva.
Se a ação das bactérias não for parada quando chega a esse ponto, o dente pode cair. Outra complicação é a exposição do dente, já que a gengiva tende a se retrair, mudando a aparência dos dentes e contribuindo para o aumento da sensibilidade a fatores externos, como alimentos quentes, frios ou ácidos.
A retração gengival faz com que a gengiva que se solta forme algumas bolsas ao redor dos dentes. É como um tecido que se afrouxa, liberando espaço entre a gengiva o dente, que se torna mais um local que retém alimentos e bactérias. Essa e outras complicações levam também ao mau hálito.
Prevenir a periodontite é fundamental, pois quanto mais ela destrói os ossos e ligamentos dos dentes, mais difícil de reverter ela se torna. No entanto, a doença periodontal sempre começa como uma gengivite, que é quando as bactérias começam a se acumular na superfície dos dentes devido à má escovação, formando o chamado biofilme dental (popularmente conhecido como placa bacteriana).


Fonte: Ministério da Saúde / SOBRAPE (Sociedade Brasileira de Periodontologia)

0 comentários para o post "Periodontite: entenda os sintomas e formas de prevenção"

Comente